Follow by Email

domingo, 12 de dezembro de 2010

BOA SEMANA!



"Viver bem é consumir-se, é queimar os carvões do tempo que nos constitui. Somos feitos de tempo e isso significa: Somos passagem, movimento sem trégua, finitude. A quota da eternidade que nos cabe está encravada no tempo. É preciso garimpá-la com incessante coragem, para que o gosto do seu ouro possa fulgir em nosso lábio. Se isso acontece, somos alegres e bons e a nossa vida tem sentido."
                                                        Hélio Pellegrino

11 comentários:

  1. Maravilhosos video e música! Serenidade, calma, sem correria; é assim que devemos amanhã começar o dia...começar a semana para que o tempo seja bem aproveitado; é que ele não se compadece...ao fim de 24 horas o dia termina e a culpa é toda nossa se esse dia tiver voado; façamos com que ele decorrada suavemente para podermos tirar o melhor proveito dessas horas que ele nos dá; somos nós que fazemos o nosso tempo...a qualidade dos momentos de cada dia...a qualidade dos dias de cada semana.
    Obrigada por este lindo momento e uma boa semana para todas. Um beijinho
    Emília

    ResponderExcluir
  2. Acho mesmo que precisamos garimpar muito, com vontade e alegria a aproveitar o mais que pudermos a beleza e a infinidades de oportunidades que nos trás cada dia!
    Obrigada, pela serenidade
    Abraço bem apertado
    Sempre
    Isabel

    ResponderExcluir
  3. ups... desculpem o erro ortográfico no trás... é que eu queria dizer traz do verbo trazer... Ups memso! :(
    mas está desfeito o equivoco! Vamos começar por garimpar bem este dia!
    Beijinho
    Isabel

    ResponderExcluir
  4. Minhas amigas
    Temos mesmo que aproveitar a nossa vida agora, neste momento, neste minuto. Sentir com toda a intensidade as pequenas coisas do nosso quotidiano.
    Como diz, Emília, "somos nós que fazemos o nosso tempo...a qualidade dos momentos de cada dia...a qualidade dos dias de cada semana." A si, deixo-lhe um excerto de uma carta de Hélio Pellegrino a Fernando Sabino (outro autor que gosto muito).
    Como diz, Isabel,"precisamos garimpar muito, com vontade e alegria a aproveitar o mais que pudermos a beleza e a infinidades de oportunidades que nos trás cada dia!" A si volto a citar as palavras da autora que despoletou o início da nossa amizade.
    Muito obrigada Emília e Isabel pelas vossas palavras que tanto me acrescentam e alegria me dão.
    Teresa

    “Quanto você faz 20 anos está de manhã olhando o sol do meio dia. Aos 60 são seis e meia da tarde e você olha a boca da noite. Mas a noite também tem seus direitos. Esses 60 anos valeram a pena. Investi na amizade, no capital erótico, e não me arrependo. A salvação está em você se dar, se aplicar aos outros. A única coisa não perdoável é não fazer. É preciso vencer esse encaramujamento narcísico, essa tendência à
    uteração, ao suicídio. Ser curioso. Você só se conhece conhecendo o mundo. Somos um fio nesse imenso tapete cósmico."
    Hélio Pellegrino

    "Toute mon attention se porte désormais à être, être, être. Je dis merci pour tout ce que ce jour m`apportera d`experiences inédites, de rencontres, de verité."
    Christiane Singer

    ResponderExcluir
  5. Emília
    Faltou-me dizer-lhe que me tocou muito ter sentido esta calma e serenidade que queria transmitir e, para mim, é a melhor "paisagem" para iniciar e viver a semana que temos no horizonte. Um abraço grande
    Teresa

    ResponderExcluir
  6. Muito obrigada pelo texto de Hellio Pellegrino. Gostei muito. Não devemos ter medo de envelhecer, ou melhor, de ter mais idade, pois cada fase da vida tem os seus encantos; o que é preciso é daber descobri-los; Há coisas que adoro nestes meus 57 anos e não trocaria por coisas que tive aos 2o. Vou-lhe deixar aqui um pequeno poema de Carlos Drummond de Andrade e que já o ano passado publiquei no começar de novo; gosto muito...espero que gostem.

    Cortar o tempo

    "Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,
    a que se deu o nome de ano,
    foi um indivíduo genial.

    Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

    Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
    Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente"

    Um grande beijinho e...ainda bem que criaram o Optimismo em Construção. Como é bom partilhar coisas destas.

    Emília

    ResponderExcluir
  7. Muito obrigada Emília. Que bom ter esta capacidade de acreditar que "daqui pra diante vai ser diferente", não é mesmo?
    Adoro Carlos Drummond de Andrade. Sabe, fui para S. Paulo com 16 anos e vivi lá até aos 25. Fui colega de um neto deste poeta extraordinário e deu para conhecer melhor algumas de suas facetas. É lindo este poema e agradeço muito tê-lo partilhado aqui. Este milagre da renovação sente-se no "Começar de Novo" com toda a intensidade e agora sou eu a dizer: Ainda bem que criaram o "Começar de novo"! É mesmo bom partilhar coisas destas. Muita paz nos vossos corações.
    Teresa

    ResponderExcluir
  8. Olá amigas.

    Penso que as palavras
    que trazem verdades
    que ecoam em nós são preciosas.
    Eternidade...
    Verdade...
    Plenitude...
    E ao som de uma canção tão bela,
    as palavras nos acalmam e multiplicam.

    Que as luzes da esperança
    brilhem sempre em ti.

    ResponderExcluir
  9. Mas que grande surpresa! Sabe que eu vivi 14 anos no Brasil e os meus filhos são brasileiros? Morei em Guaratinguetá, pertinho de Aparecidaa do Norte, no Estado de S.Paulo. Que coincidência! A minha nora também é brasileira, nasceu em S. Paulo mesmo. Fiquei feliz por saber e também por ter gostado do poema que lhe mandei. Um beijinho e uma boa noite.
    Emília

    ResponderExcluir
  10. Passei por aqui para ver se os estores estariam escancarados, ou se ainda estavam a meio termo. O que vi e o que li, nos postes, e nos comentários, foi de uma profundidade inigualável, que me ajudou a achar um mote para o meu próximo post.
    Abraço
    Marcolino

    ResponderExcluir