Follow by Email

domingo, 28 de novembro de 2010

BOA SEMANA!

                                              Entrevista a Stephen Hawking

“- Como se mantém optimista?
- As minhas expectativas reduziram-se a zero quando tinha 21 anos. Desde então tudo na minha vida tem sido gratificação.”



Capacidade de escolha



             “Tudo pode ser retirado a um homem, excepto a última das liberdades humanas: Escolher a atitude a seguir perante determinadas circunstâncias.”
                                                                       Frankl

“Todos somos livres de escolher. A seguir à própria vida é a capacidade de escolha o nosso maior dom. O poder e a capacidade de escolha contrastam fortemente com o paradigma da vitimização e com a cultura de culpabilização tão em voga na actual sociedade."
                                                                                                                             Stephen Covey
 
           A nossa essência reside, sobretudo, na capacidade de direccionarmos a nossa vida. São as nossas escolhas que nos definem. Os animais reagem, os seres humanos podem escolher. É essa capacidade de escolha que nos permite progredir e inventar-nos a cada passo. 
E… Somos uma infinidade de possibilidades, possibilidades que podemos optimizar até ao final dos nossos dias.

 

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Mudança

“A vida recomeça todos os dias, para uma nova partida, na certeza de que a mudança do mundo começa pela mudança de si mesmo.”
                                                                                              Jean Guitton

Eis uma história de tradição islâmica relatada por Christiane Singer, no seu livro “O lado positivo das crises”:

“Um velho sábio foi interrogado sobre a trajectória da sua existência até aquele dia. E eis como ele a resumiu em três etapas: Aos vinte anos tinha só uma oração: meu Deus ajuda-me a mudar este mundo tão insustentável, tão impiedoso. E durante os vinte e um anos seguintes, lutei como uma fera para constatar que, afinal, nada tinha mudado. Aos quarenta anos tinha apenas uma oração: meu Deus, ajuda-me a mudar a minha mulher, os meus pais, os meus filhos! Durante vinte anos, lutei como uma fera para. no final, constatar que nada tinha mudado. Agora sou um homem velho e apenas tenho uma oração: meu Deus, ajuda-me a mudar-me – e eis que o mundo, à minha volta, muda!.”

Nota: Muito obrigada Isabel por ser como é,  pela escrita com que nos brinda, pela forma como nos comove. Parabéns pelo seu 50º post, muitos parabéns por Escrever por Dentro, (in) escrevendo nos nossos corações.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

BOA SEMANA!

                                            CULTIVAR UM NOVO OLHAR
                                                           Boris Kustodiev
 

"Se não nos conectarmos às nossas necessidades profundas, psicológicas, fisiológicas, afectivas ou criativas, acabamos por criar novas necessidades que acabam em impasses porque a sua satisfação não nos preenche. Quanto mais o indivíduo está fragilizado mais se arrisca a tomar o consumo como um escape para preencher a necessidade de existir."
                                               Paul Aries

Aproximamo-nos do Natal: Luzes, montras feéricas, montanhas de brinquedos... Perguntamo-nos o que oferecer em embrulhos ricamente decorados. Um jogo de vídeo para o filho? Sai um todos as semanas, qual escolher? Em intermináveis filas esperamos a nossa vez. E depois... Quando chega o dia 25 de Dezembro, provavelmente, o que sentimos é um grande mal estar no meio de todos aqueles papéis amarrotados e restos de comida nos pratos. Para quê tudo isto? 
Estamos a retratar, é claro, aquilo que acontece na nossa sociedade de abundância, porque noutras partes do mundo, onde a fome e a sede minam os estômagos, cada um sabe bem onde se encontra o essencial. Cada vez mais, nesta sociedade, "o essencial é invisível para os olhos". 
Há que cultivar um novo olhar. Temos tanto para apreciar. Devemos "tomar" um pouco do nosso tempo para valorizar aquilo que nos facilita a vida: O ar e sol que entram pela nossa janela, as frutas e legumes na mesa,  a àgua que corre nas nossas torneiras, o sorriso com que fomos brindados, o abraço que nos acolheu.
Pensemos nisso. Talvez esse seja o melhor presente que podemos oferecer neste Natal: Cultivar um novo olhar.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Simplicidade


“A simplicidade é uma arte que não é simples.”
Dominique Loreau

A simplicidade como filosofia de vida implica um trabalho interior de reconhecimento e vigilância. Dominique Loreau apresenta-nos algumas sugestões para o concretizarmos:
  • 1.       Aprender a distinguir desejos de necessidades profundas.
  • 2.       Preferir a autenticidade à quantidade.
  • 3.       Privilegiar o espaço e o silêncio.
  • 4.       Possuir sem ser possuído.
  • 5.       Permanecer o mais livre possível.
Desembaraçar-nos daquilo que é excessivo, ou de muitas das coisas que possuímos, não significa viver em pobreza. Pelo contrário, “significa aceder a uma nova forma de riqueza, aquela de saber dar lugar ao essencial”: Ter tempo para cultivar os nossos dons, usufruir plenamente de tudo aquilo que temos dentro e fora de nós. Aceder à riqueza que está aqui e agora. 
Bom fim de semana!

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Histórias de vida - Kim Phuc



A fotografia de Kim Phuc é a imagem símbolo da Guerra do Vietname: uma menina que corre nua, com o corpo em chamas, entre outras crianças, numa estrada nos arredores de Saigão. Essa menina tem hoje 47 anos, decidiu que nunca abdicaria do seu direito à vida e dirige uma fundação que procura transmitir às crianças a crença na superação de dores profundas e obstáculos aparentemente inultrapassáveis.
A 8 de Junho de 1972 Kim Phuc refugiara-se num templo da pequena povoação Thang Bang. O ruído dos aviões, que sobrevoaram a povoação, assustou o grupo de que fazia parte Kim Phuc, levando-o a deixar o templo. Ao abandonarem o templo foram atacados, na estrada, por bombas naplam. Dois dos irmãos de Kim tiveram morte imediata. A sobrevivência de Kim Phuc deveu-se ao fotógrafo indonésio Nick Ut que fixou o momento em que a pequena vietnamita estava com o corpo em chamas. Com queimaduras de terceiro grau e o queixo preso ao peito por cicatrizes da carne e músculos queimados, Kim foi sujeita a 17 intervenções cirúrgicas em dois anos. Apesar da cirurgia reconstrutiva, as suas costas são representativas da dor crónica a que está condenada a conviver até ao fim da sua vida.
Demasiado tarde para prosseguir medicina, Kim Phuc optou por farmacologia. Em Havana conheceu o seu marido, outro estudante de informática vietnamita. Numa escala para reabastecimento num aeroporto entre Moscovo e Havana, saíram do avião e pediram asilo político no Canadá começando, assim, uma nova etapa da sua vida.
Em 1997 foi nomeada embaixadora de boa vontade da UNESCO e criou a Fundação Kim Phuc para apoio às crianças filhas da guerra, como ela. A hipótese de um mundo novo, um caminho de perdão, uma abertura para a felicidade…


segunda-feira, 15 de novembro de 2010

BOA SEMANA!

                                           Duas estudantes - Mai-Thu

“Em vez de nos concentrarmos nos problemas, vamos dar atenção aos momentos (situações, pessoas) em que, mesmo excepcionalmente, eles não ocorrem. São situações de controlo e não sentimentos de impotência que nos motivam e apontam respostas.”

                               Marujo, H., Neto, L. M. Optimismo e Esperança na Educação




sábado, 13 de novembro de 2010

Dia Mundial da Gentileza



"Acredito no efeito "gotas de chuva": são poucas gotas numa estrada que formam uma poça e, logo em seguida, a estrada fica húmida. São as ONG, as pessoas que tecem laços sociais que criam pontos de inflexão. A seguir, a nossa tendência natural para a imitação entra em jogo. É assim que as culturas se transformam."
                                                                                                
                                                                            Mattieu Ricard

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Esteja onde estiver

No dia 13 de Novembro, esteja onde estiver, deixe falar o seu coração. Às vezes não é simples, mas acredite que é gratificante e contagioso. Algumas ideias:
  • Pense num vizinho, numa pessoa idosa ou alguém que esteja muito sózinho e convide-o para jantar.
  • Escreva a um amigo que tenha perdido de vista, ou com quem se tenha zangado.
  • Num hospital vá ver aqueles que nunca recebem visitas.
  • No facebook envie palavras ou sorrisos gentis a todos os seus amigos, crie um grupo de pessoas gentis.
  • Envie um cartão postal com palavras carinhosas.
  • Faça o jogo do "Eu reparei": Observe os seus colegas e repare no seu semblante (triste? alegre? ansioso?). Mostre-lhes que reparou e coloque um cartão com uma palavrinha no seu bolso.
  • Eleja a pessoa mais gentil do seu trabalho (voto anónimo).
  • Organize uma espécie de "amigo secreto". Alguns dias antes, envie um email aos seus amigos a perguntar: O que te poderia oferecer para te fazer feliz? Recolha as respostas e distribua-as aleatoriamente no dia 13 de Novembro. Assim, terão, também, algumas dicas do que poderão oferecer numa qualquer outra ocasião.
                                                            Mais propostas AQUI

Prémio Dardos


Com grande contentamento e surpresa vimos, há pouco, que o nosso blogue tinha recebido o Prémio Dardos das mãos de Manuela Araújo, do blogue Sustentabilidade é Acção. Sentimo-nos muito honradas com este prémio pela referência que a Manuela é para nós, pelo que significa e pelo acolhimento que é dado, logo no início da sua vida, ao nosso blogue.
O significado deste selo é o seguinte: 
«O Prémio Dardos é o reconhecimento dos ideais que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc... que em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, e suas palavras. Estes selos foram criados com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, uma forma de demonstrar o carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web» 
Receber o prémio implica aceitar as suas regras, que neste caso são: 1 - Exibir a imagem do selo no blogue; 2 - Revelar o link do blogue que atribuiu o prémio; 3 - Escolher 10, 15 ou 30 blogues para premiar.
Só nos falta, então, cumprir a última regra indicando, de seguida, blogues que acompanhamos pelos valores éticos que nos transmitem (alguns não nos conhecem, outros já eram nossos amigos e com outros começamos, agora, a criar laços). Com muito carinho retribuimos este prémio ao blogue Sustentabilidade é Acção e entregamos aos blogues:  Caminhando, Do meu lugar, Três Chávenas de Chá, Começar de novo, Um blog pelo ambiente, O fio de Ariadne, Coração de professor, Le chemin du bonheur, Ginko.

Nota de 20/11/2010: Agradecemos ainda ao blogue http://reinvestir-portugal.blogspot.com/ de quem também recebemos este prémio com grande alegria.
Nota de 3/12/2010: Agradecemos, reconhecidas, ao blog http://pensamentosdaveiga.blogspot.com/ que também nos contemplou  com este prémio.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

BOA SEMANA!

                                                  Fazendo redes - Vincent Ramos

"A gentileza existe em cada um de nós. Basta fazer o primeiro gesto para que ela se expresse em reciprocidade. Todos nós temos, cada vez mais, consciência da necessidade desta "ecologia relacional" que consiste numa viagem pela vida com uma consciência de respeito e amor."
                                                                                   Thomas d´Ansembourg

Muito obrigada Joana pela parceria na tecedura desta rede!




sexta-feira, 5 de novembro de 2010

OUSEMOS SER GENTIS



A gentileza, desde que vivida com autenticidade, é uma forma de coragem: Uma abertura ao outro que vive centrado nos seus próprios interesses. Uma forma de heroísmo do quotidiano que enfrenta o individualismo e abre o caminho para a mudança de comportamentos tão necessária para fazer face a estes tempos de crise que vivemos. Tempos que exigem, mais do que nunca, a nossa união e solidariedade.   Porque o futuro que sonhamos depende das nossas atitudes e gestos de hoje, unimo-nos ao “Movimento mundial da gentileza”. Este movimento conta com mais de três milhões de membros de países como a Austrália, Canadá, Inglaterra, Singapura, França, Brasil, Coreia do Sul… Tornar o mundo mais gentil parecia ser uma tarefa quase impossível, mas como “uma viagem de muitos quilómetros começa por um passo” foi decidido começar, primeiro, por um dia (tal como quando se pretende parar de fumar). Um dia para dizer bom dia, sorrir ao vizinho, oferecer flores a quem nos atende no supermercado... Esse dia é o dia 13 de Novembro e nós contamos convosco para aderir a esta iniciativa.  



quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Reflexão desta manhã

                                           Pequenas alegrias - Kandinsky


                          Quando é que me deixei surpreender pela última vez?




segunda-feira, 1 de novembro de 2010

BOA SEMANA!

 

"O ser humano sabe fazer dos obstáculos novos caminhos porque, para a vida, basta o espaço de uma fenda para renascer."

                                                          Ernesto Sabato