Follow by Email

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Votos

imagem da net


"Mas há uma coisa que desejo muito: que a humanidade se deixe desconcertar pelo esplendor inexplicável de cada amanhecer, que se conserve sem palavras perante o mar, como aqueles que pela primeira vez o olharam, que se sinta irresistivelmente atraída pela variação de cores, de volumes e de odor da paisagem diurna e noturna, que estremeça ao primeiro contacto com a água, que mantenha a capacidade de espanto perante o modo como o vento arrasta as nossas vozes felizes na distância, que olhe do mesmo modo desprevenido a chuva, os campos alagados em silêncio, as coisas mínimas e amplas, o tráfico das nuvens, a disseminação das papoilas que nos campos se parecem com as palavras que sonham. Desejo ardentemente que a humanidade do futuro saboreie o embaraço por aquilo que permanece em aberto não por insuficiência, mas por excesso, e não se apresse em catalogar, em descrever ou aprisionar. Que a sua forma de compreensão seja outro modo de manter intacto (ou mesmo ampliar) o espanto.”
 José Tolentino Mendonça  

A todos os que por aqui, ainda, passam, fazemos nossos, os desejos de José Tolentino Mendonça. Que a vossa caminhada seja um permanente reencontro dentro do amor. 
FELIZ NATAL e um 2014 pleno de encantamento pela VIDA!  
 



domingo, 22 de setembro de 2013

Novo projeto na ESM


"Cada um de nós devia elaborar uma lista de sonhos para refletirmos em que tipo de mundo queremos viver quando nos reformarmos. Feita a lista devemos pendura-la na parede para que possamos confirmar, todos os dias, se estamos mais perto do destino.
Em seguida, devíamos insistir com os condutores das nossas sociedades – os líderes políticas, os investigadores académicos – para nos levarem na direção que escolhemos. Lembrem-se de que só temos uma vida, que temos de a viver à nossa maneira e que só a nós cabe o nosso destino.
Este processo de imaginação de um mundo novo é um dos principais elementos em falta no atual sistema de ensino. Preparamos os nossos estudantes para o trabalho e para a carreira profissional, mas não os ensinamos a pensar enquanto indivíduos sobre o tipo de mundo que eles gostariam de construir."

Muhammad Yunus , Criar um mundo sem pobreza
 
Estas palavras foram o mote para o surgimento de um novo projeto na Escola Secundária de Miraflores. 



O projeto “empreender COLABORAR TRANSFORMAR” tem como grande objetivo incentivar os alunos a criar mais e melhor valor para a sociedade, participando  do movimento crescente de pessoas que se dedica à resolução de problemas da sociedade através de iniciativas inovadoras, sustentáveis e solidárias. Acompanhe-nos aqui

quinta-feira, 25 de julho de 2013


"Não há poder maior no mundo que o do tempo: Tudo sujeita, tudo muda, tudo acaba."

Padre António Vieira


O Projeto Optimismo em Construção terminou na ESM e, consequentemente, este blog termina também. Mas... Nada termina sem um novo começo. Assim, estarei noutra "casa" (http://bem-estar-juntos.webnode.pt/) e muitos dos textos que aqui publiquei estarão lá. A todos os que aqui me acompanharam agradeço do coração. Terei o maior gosto e alegria em permanecer com a vossa companhia. Que continuemos a... Bem-Estar-Juntos!

Teresa Ferreira

sábado, 6 de julho de 2013

TESOUROS

"Todos os dias, milhares de tesouros chegam até mim a cada momento que passa. Sou abençoado com dádivas ao longo de todo o dia, cujo valor ultrapassa em muito o que consigo conceber. Um irmão sorri para outro e o meu coração alegra-se. Alguém pronuncia uma palavra de gratidão e a minha mente recebe esta dádiva e toma-a como sua." 
Um Curso em Milagres

Pessoas que nos encorajam e inspiram, textos que nos ajudam a caminhar, são, para mim, dos tesouros mais preciosos que podemos ter. Hoje, relendo cadernos e livros, recordei algumas dessas grandes riquezas que partilho convosco.
“Que o Sol não se ponha...

…sobre a nossa ira! Que não passe um dia sequer sobre a nossa zanga. Que ninguém se deite sem ter reparado o mal que fez. E que o sol não se levante, de novo, sem que tudo esteja em paz. (…)
Esta ideia de não adormecer sem ter pedido desculpa a quem ofendemos ou magoámos era um princípio muito em uso no tempo dos meus avós.
Lá em casa existia como regra primordial, como lei fundamental que ninguém se atrevia a transgredir. Todos (e eram muitos) tinham tudo em dia: as contas, os deveres, os direitos e, até, as zangas. Ninguém se deitava zangado com um irmão, com o pai, a mãe ou um amigo. O tempo de arrependimento e de pedido de desculpas eram solenes e observados por todos, sem excepção. Quando o sol se punha estava tudo em ordem e era nessa ordem que todos acordavam no dia seguinte. E que bom era este ritual, que aconchego havia naquela realidade real de haver um tempo para tudo, mas especialmente para desfazer o que ficaria mal feito, de “dar o braço a torcer”, de emendar e fazer de novo.
Guardo esta sabedoria dos meus avós (que, aliás, davam o exemplo começando por aplicar o princípio a eles próprios, pais de três filhos) como um tesouro precioso. Como parte de uma herança que recebi e tem um valor incalculável. Mais do que quaisquer bens materiais valorizo os bons princípios herdados. Este de não adormecermos zangados parece-me um dos melhores conselhos que já alguma vez recebi. Nem sempre é fácil de pôr em prática, mas nunca é tarde para começar a tentar.”
  Laurinda Alves


O dragão que todos temos cá dentro

O dragão que todos temos cá dentro é uma metáfora que me foi transmitida em forma de história por um querido professor. Um dragão que deita chamas quando se sente irritado. Estas chamas acabam por circundar-nos a nós próprios, dominando-nos, destruindo-nos, quando somos nós que temos de dominar o dragão…

Um dos maiores tesouros que podemos ter é a paz de espírito e nada a pode destruir excepto a nossa irritação. Se não fizermos um esforço para diminuir a raiva, ela continuará connosco e aumentará, até ao ponto em que o mais pequeno incidente nos põe imediatamente em cólera. 
E... Não esqueçamos que: “A insatisfação é a semente da cólera.” Há que cultivar o seu antídoto: a capacidade de encantamento, o entusiasmo pela vida. Porque… Há tesouros escondidos por toda a parte. 


Tesouros escondidos




- Porque é que estás a escavar um buraco?

- Estou à procura de tesouros escondidos!

- Que encontraste?

- Umas quantas pedras sujas, uma raiz esquisita e uns vermes nojentos.

- Logo na primeira tentativa?

- Há tesouros por toda a parte!

Calvin & Hobbes
  
Como nos diz José Tolentino Mendonça citado num livro, acabado de ser editado, que recomendo vivamente para estas férias (Envelhecer Sem Ficar Velho de Maria José Costa Félix):
 “… Uma vida em que vamos fazendo coisas, que até podem ser boas e necessárias, mas onde se perdeu a capacidade de espanto, de contemplação… vai-nos afastando de caminhos que permitam ao olhar tatear a plenitude… E, sem sentirmos esse momento extasiado de pura gratuitidade em que inscrevemos o tempo na eternidade…, aquilo que criamos fica incompleto.”
Que encontrem inúmeros tesouros, inscrevendo o tempo destas férias na eternidade, é o que vos desejamos.

BOAS FÉRIAS!