Follow by Email

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Documentário

Do blogue Sustentabilidade é Acção chega-nos mais este fantástico vídeo e palavras. Vamos acordar?

4 comentários:

  1. Um documentário profundo...aterrador: homem de lama...homem de madeira...homem de milho...e nós, homens feitos de um material bem mais nobre; chego à conclusão que todos eles teem sido uns irresponsáveis, que todos eles teem olhado mais para a matéria do que para o espírito,que todos se teem preocupado com o lucro sem medirem as consequências de sua ganância.Eu ainda acredito muito no ser humano; apesar de ser a passoa lentos, estamos a tomar consciência das agressões que temos feito à vida e acredito que esta será uma época de mudança para melhor. Estamos a aprender a reciclar; cada vez mais nos preocupamos em separar os lixos, colocando cada tipo em locais próprios para serem reaproveitados; com esta atitude estamos não só a limpar o ambiente, mas também a evitar o desperdício
    e a manifestar respeito por quem com carinho trabalhou na fabricação desses materiais, repeito para com essa mão de obra muitas vezes escravizada que deu muitas horas do seu tempo para que eles existissem. É importante também que comecemos com a nossa reciclagem interior, que no fim de cada dia separemos as nossas emoções, atitudes e as coloquemos nos seus devidos lugares; algumas terão de ir para o lixo, colocadas num recipiente verde,azul ou amarelo para que sejam recicladas e no dia seguinte estejam prontas a serem repensadas, reinventadas e reutilizadas; amanheceremos com uma nova mentalidade a cada dia e teremos com certeza uma nova atitude perante os factos que se nos serão apresentados pela vida. Está muito na moda a reciclagem exterior; procuram-se os cirurgiões para que no dia seguinte apareça uma pessoa diferente, deslumbrante, reciclada...completamente nova; está certo...se isso a faz feliz, deve fazê-lo, mas penso que não se sentirá melhor, se, juntamente com essa reciclagem exterior, não repensar as suas atitudes e reinventar também uma nova mente. Parabéns Teresa pelo post e vamos lá...seguir em frente com esta mensagem e com esperança no ser Humano desta época. Tem obrigação de ter aprendido alguma coisa como os homens de barro, de madeira, de milho. Um bom fim de semana, AMIGA e muitos beijinhos
    Emília

    ResponderExcluir
  2. Que saudades, Emília, destas suas palavras neste espaço. Esta sua dádiva que elas sempre revelam e não tem igual. Muito lhe agradeçemos.
    E é como diz: Começar a nossa reciclagem interior. Creio que já estamos a dar os primeiros passos e como "uma viagem de muitos quilómetros começa por um passo" acredito na viagem por este caminho de esperança. Um grande, grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigada pela divulgação deste documentário. Se não venho cá mais vezes, é mesmo porque ando um pouco com falta de tempo, entre trabalho, família, hortas, transição e o blogue, pouco resta para visitar blogues de que gosto, como é este caso. Mas vou tentar vir mais vezes, pois aqui inspiro-me!

    Obrigada também pelo vosso optimismo e energia positiva :)

    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  4. Manuela
    Nós é que lhe estamos eternamente gratas. Temos a certeza que todo o seu tempo reverterá infinitamente e perdurará ao longo do TEMPO. Muito obrigada Manuela, sempre.

    ResponderExcluir