Follow by Email

domingo, 11 de dezembro de 2011

BOA SEMANA!

"(...) tento o mais que posso não alienar a minha responsabilidade pessoal de transformação da história, pelo menos da minha história pessoal, dentro do espaço vital em que me toca viver. Sou responsável pelo mundo a construir. Não serei nunca capaz de o construir sozinho. 
Enquanto ser histórico, sou ponto de chegada de todas as experiências da vida e de fé que me precederam e sou, ao mesmo tempo e sob o mesmo aspecto, ponto de partida de novas experiências de vida que me hão-de suceder. Não sou um fim em mim próprio, nem o princípio absoluto de tudo, mas sou continuidade histórica da memória e do sonho, das memórias e dos sonhos de tantas vidas sonhadas e vividas antes de mim. 
Por isso sou responsável, pelo menos pelo "metro quadrado" que ocupo e dentro do qual procuro ser responsável por aqueles que comigo partilham esse mesmo espaço."
Frei Fernando Ventura, Do eu solitário ao nós solidário



"As nossas vidas são curtas e o nosso tempo neste planeta é tão precioso e tudo o que temos é uns aos outros. Espero que cada um de vocês possa viver vidas de envolvimento. Não serão necessariamente vidas fáceis, mas no final é tudo o que nos sustém."
Jacqueline Novogratz

7 comentários:

  1. Queridas amigas

    O tempo é curto
    e há tanto por fazer...
    Amar melhor...
    Nos reencontrar...
    Encontrar sentidos para
    os nossos sentidos...
    Viver...
    Inspirar que os outros vivam...

    Há em todas as palavras
    um rio de pensamentos
    a mergulhar.

    Que bom estar novamente aqui.


    Para cada dia de tua vida
    um novo sonho.

    ResponderExcluir
  2. Depois de ter ouvido este video, temos que fazer de tudo para tornar a nossa semana excelente.Como ouvimos, todos temos consciência de que é necessária a mudança e todos sabemos também que ela está dentro de cada um de nós; muitas vezes não a fazemos por medo, medo de que não dê certo, medo das consequências que terão para nós essa mudança, medo, enfim de arriscar; hoje os jovens deixam o casamento para muito tarde, mais tarde ainda para terem filhos, porque isso acarreta sacrifícios, custos e, como eles dizem, querem aproveitar a vida; mas, tudo tem um custo, no entanto, a maioria das vezes a realização pessoal é muito maior que o preço que se paga por determinadas decisões. A vida que temos é curta e nessa vida curta nós devemos ter a consciência de que somos responsáveis pelo que acontece pelo menos " pelo metro quadrado que habitamos" e pela influência que temos naqueles que connosco habitam esse metro quadrado. E, porque a vida é curta, lembrei-me de uma música de Chico Buarque que vem muito a propósito e cuja letra vou aqui deixar. Obrigada, Teresa, por não teres ficado muito tempo sem aparecer e também pelo excelente post. Uma bela semana e um grande beijinho.

    RODA VIVA- Chico Buarque
    Tem dias que a gente se sente
    Como quem partiu ou morreu
    A gente estancou de repente
    Ou foi o mundo então que cresceu...
    A gente quer ter voz ativa
    No nosso destino mandar
    Mas eis que chega a roda viva
    E carrega o destino prá lá ...
    Roda mundo, roda gigante
    Roda moinho, roda pião
    O tempo rodou num instante
    Nas voltas do meu coração...
    A gente vai contra a corrente
    Até não poder resistir
    Na volta do barco é que sente
    O quanto deixou de cumprir
    Faz tempo que a gente cultiva
    A mais linda roseira que há
    Mas eis que chega a roda viva
    E carrega a roseira prá lá...
    Roda mundo, roda gigante
    Roda moinho, roda pião
    O tempo rodou num instante
    Nas voltas do meu coração...
    A roda da saia mulata
    Não quer mais rodar não senhor
    Não posso fazer serenata
    A roda de samba acabou...
    A gente toma a iniciativa
    Viola na rua a cantar
    Mas eis que chega a roda viva
    E carrega a viola prá lá...
    Roda mundo, roda gigante
    Roda moinho, roda pião
    O tempo rodou num instante
    Nas voltas do meu coração...
    O samba, a viola, a roseira
    Que um dia a fogueira queimou
    Foi tudo ilusão passageira
    Que a brisa primeira levou...
    No peito a saudade cativa
    Faz força pro tempo parar
    Mas eis que chega a roda viva
    E carrega a saudade prá lá"

    O tempo roda num instante nessa roda viva que é a vida, por isso há que vivê-la bem!
    Emília

    ResponderExcluir
  3. A caminho de um mundo melhor (querer, repensar, intuir, inventar, fazer, partilhar)...

    Send Me On My Way

    http://www.youtube.com/watch?v=IGMabBGydC0&ob=av2e

    ResponderExcluir
  4. obrigada uma vez mais por tanto que é dito aqui... por tanto para reflectir e, acima de tudo, para mudar em nós...
    Saudades!!!!!!!!!
    Isabel

    ResponderExcluir
  5. Queridas amigas

    Hoje minha visita é para agradecer
    o presente que é para mim
    a sua amizade,
    e também desejar
    um maravilhoso Natal,
    onde possas encontrar nestes dias
    ainda mais inspiração
    para a alegria de ser feliz,
    e para o milagre de fazer
    quem passa por tua vida feliz.

    Que o teu olhar seja a mais perfeita
    luz do Natal a enfeitar o mundo.

    ResponderExcluir
  6. optimismo em construção disse...

    Queridos amigos

    Em primeiro lugar, as minhas desculpas por ter estado tanto tempo sem vos responder, mas alguma turbulência diária impediu a serenidade que gosto de sentir quando convosco "converso". De modo que adiei a resposta para um momento de calma. Já aqui tenho vindo várias vezes reenergizar-me com as vossas palavras e afecto. Tenho a consciência de que sou imensamente privilegiada pela vossa existência na minha vida e não tenho palavras para expressar a gratidão que sinto por tudo o que me/nos dão.

    Aluísio
    Que bom, também, lê-lo de novo aqui. Sentir a benção das suas palavras, a luz do seu coração. Muito obrigada!

    Emília
    "Tem dias que a gente se sente
    Como quem partiu ou morreu
    A gente estancou de repente"...
    E é nesta névoa de um certo inverno da alma que que surge a Emília a fazer confiar que ela se dissipará. Muito obrigada por tudo.

    Isabel
    "Todo o momento que foge
    A eternidade encerra
    só atingirás o céu
    por cuidado passo em terra."
    Agostinho da Silva
    A eternidade em cada um dos teus instantes que te parecem tão efémeros... O que te desejo neste momento? TEMPO... Do coração.
    Abraço grato para ti

    Ana Teresa
    Que lindo Send Me On My Way! Não conhecia e vou partilhá-lo no próximo post,sim? Muito obrigada por este ENCONTRO, pelo quanto nos inspira e acolhe.

    Teresa

    ResponderExcluir